terça-feira, 3 de novembro de 2015

Maria João Lopo de Carvalho - Adopta-me

Este é daqueles livros que me conquistou completamente, não pelo romance paralelo que o livro nos conta - porque ai confesso que o achei completamente dispensável - mas sim porque nos mostra a dura realidade de algumas coisas que partimos do principio que são básicas e fáceis de resolver.

A personagem do livro é uma vereadora da Câmara de Lisboa, que nos vai mostrando algumas realidades dos bairros problemáticos da capital, como por exemplo a enorme burocracia que é necessária para fornecer uns meros cortinados a uma escola - algo que me deixou de boca aberta, ou como muitas vezes as crianças deste bairro são deixadas à sua sorte, sem ninguém que se interesse por elas, sem ninguém que se preocupe de verdade, que lhes mostre o rumo, que lhes diga que o futuro existe e pode ser risonho.

Um livro que nos faz pensar e ver além da nossa "bolha" e nos mostra problemas que nem sabemos que existem.
Recomendo muito.


"Os homens podem não ser todos uns cabrões."

"Há contas que se fazem com o coração."

"Falo com o coração, que é a unica maneira que tenho de me safar. Na minha ingenuidade, acredito que também quem ouve, ouve com o coração."

"A vida é uma idade quase toda feita de espaços em branco."

"Ou me perco aqui ou fujo daqui. Por uns tempos, preciso de recuar, preciso de ir ver outros caminhos. Preciso de um campo aberto para as lágrimas, preciso da distância de um lugar secreto, de uma memória, se calhar da distância de uma oração. Preciso de me ir embora daqui."

"Ser criança cansa... Ser adulto cansa muito mais."

"Tenho de aprender a blindar-me. Isso aprende-se? Onde?"

"O tempo não se controla."



"Pede-me o que quiseres, eu dar-te-ei."

"Estavas-me prometida."

"Fazer de parva também cansa."

"As mulheres têm o dom de tornar invisivel quem e quando querem."

"Acho que me colonizaste. Invadiste, esmagas-te."

"As coisas importantes nunca se perdem verdadeiramente."

"Vou esperar do lado de fora da história porque esperar dentro da história é infinitamente mais dificil."

"As palavras têm apenas a importância e o significado que lhes queremos dar."

"Há um dia em que as pessoas morrem para sempre dentro de nós."

"O amor nasce e morre dentro de nós quando muito bem lhe apetece. Sem aviso prévio. Sem rede. Nunca se sabe o ponto de açúcar, o momento exacto para avançar no arame. A vara nas mãos, o olhar no céu, o coração suspenso. A todo o momento o arame, um risco fino, imperceptivel, está e deixa de estar por baixo dos nossos pés."

"Eu levo o amor a sério."
"Longe demais para o encontrarmos, perto demais para o perdermos."

"Todos os dias me convenço de que sou feliz."

"Foi contigo que deixei de ter medo de amar demais, que era o meu maior medo, e de dizer adeus que era o meu segundo maior medo. Mas quando enrolavas o teu corpo no meu e me recordavas, letra a letra, todas as juras de fidelidade, respeito e honra que conhecias e que te lembravam a universalidade dos teus valores, a pouco e pouco amolecia o meu medo.
Ficava guardada dentro de ti e guardava-te dentro de mim."

"Tu eras eu... Sabias como ninguém ser o prolongamento de mim e fundir o transe do nosso desejo num molde continuado e inacabado que eu nunca antes conhecera num só corpo"

"Agarrei-me a ti como a um cais de pedra e em ti encontrei tudo o que precisava para me saborear, saboreando-te."

"Levaste-me até ao eclipse do mundo."

"Os corpos transparentes não ocultam nada."

"Sou dona do mundo quando te tenho."

"Distrai-me sonhar."

"Será a alma que me doi?"

"Nada, absolutamente nada poderá tornar o nosso amor menos perfeito."

"Não te zangues, os anjos não se zangam."

"O mundo é um momento!"

"Os bons também morrem devagar."

"A vida resume-se a esperar."

"Os teus olhos dançam, sabias?"

"Cigano não tem casa, cigano só tem caminhos."

"A minha escolha és tu!"

"Para tudo há um fim. Sei-o agora."

"Isto de perder a esperança, dói que se farta."

"Há um limite para tudo, não é?"

"Eu tava na lua e a minha lua partiu-se."

"Para sonhar é preciso tempo."

"Um dia, se eu pudesse, eu voltava de certeza atrás.
Para viver as partes boas e esquecer as coisas más."

"Pode-se enganar toda a gente algum tempo, mas não se pode enganar toda a gente o tempo inteiro."

"O que tu desconheces é que as paredes do teu coração são tão finas que daqui de fora se ouve tudo."

"Limpo as lágrimas. Ensinaram-me a não chorar em público."

"Nas esquinas da cidade não se pode ter medo."

"A lua parte-se e cola-se. É só olhares o céu."

"O coração é o último a sair do corpo. Mas quando o coração sai faz um barulho do caraças... Mais barulho do que uma porta."

"A ausência dói infinitamente mais do que a distância."

"O nosso amor perfeito não cabe neste mundo."

"Dava cabo do mundo só para te encontrar."

"Os homens que sonham de dia são capazes de realizar o seu sonho de olhos abertos."

"O teu espirito era talvez o que mais te diferenciava dos outros."

"Estar é pouca coisa. Ser é infinitamente mais."

"A mentira é a verdade de pernas para o ar."

"Ainda não percebi porque será que tudo aquilo em que toco desaparece de repente."

"Tudo se treina na vida."

"Porque tenho medo de tocar naquilo que gosto? Tudo aquilo de que gosto desaparece de repente."

Sem comentários: