terça-feira, 10 de novembro de 2015

Inês Pedrosa - Fazes-me falta

Eles eram amigos e um dia sem que nada o fizesse prever, ela morreu..
Ele ficou perdido sem saber o que fazer, como aceitar a morte de alguém que se ama tanto e de quem não nos conseguimos despedir? Como aceitar que não houve tempo para um último copo, um abraço e um "desculpa pelas vezes que não te percebi?"
Como aceitar que nunca mais veremos aquela pessoa, teremos aquele abraço, ouviremos aquela voz?

Livro onde ele fala sobre a falta que ela lhe faz e ela fala sobre a sua morte. Um capitulo a cada um, mostrando que a morte não mata a amizade.
Ficam algumas frases:


"Não basta morrer para conhecer o sorriso de Deus."

"Estou sozinho, sozinho com o coração em bocados espalhados pelas tuas imagens."

"Eu vivo de relâmpagos, contigo partilhei uma trovoada um pouco mais longa do que o habitual. Foi apenas isso."

"O que somos para além do que vamos sendo?"

"Pai nosso, eu não quero já o céu."

"Não te perdoo o que não soubeste saber de mim."

"Já não posso por ti, por mim, pelas horas todas que nos esquecemos de viver."

"Quantos dias demorarei a esquecer o teu rosto?"

"Esquecemos alguma vez uma parte do que somos?"



"Sem o teu coração não consigo amar - não me abandones outra vez."

"Não sei pensar sem ti... não sabes amar sem mim."

"O meu cérebro já não pega."

"Há quanto tempo não me arde o coração?"
"Tu também mentes e falhas, tu também trais e foges, tu também não és perfeita."

"Estou cansado de ti. Cansado de estar cansado de ti."
"Terei saudades de ti, ou da inocência que eu tinha quando te conheci?"

"Pára de pensar, acabas por não entender nada."

"Porque é que a morte não pergunta primeiro, posso levar esta pessoa ou levo outra? Porque se perguntasse, eu teria dito que me levasse a mim primeiro."

"Há cem milhões de estrelas, só na nossa galáxia. E em todas elas o teu olhar existe."

"Fazes-me falta! Não te consigo inventar."

"Desejo-te tanto, ainda."

"Sinto-te, mas sei que não te sinto."

"Fiquei em ti mas deixaste de precisar de mim, e por isso precisei ainda mais de ti."

"Não quer morrer... quer apenas parar de viver, não é a mesma coisa."

"A tua alma parece um filme porno. Está lá tudo escancarado. Com gemidos e chicotes."

"Deixa-os lá entretidos a cozinhar fod*s mentais. Não têm imaginação para as outras, coitaditos."

"Porque afinal eu amei um homem, um só. Como se ama a Deus - com aquela certeza desesperada de que era aquele, e de que nunca me seria possivel viver com ele."

Sem comentários: