sábado, 27 de junho de 2015

Olivier Rolin - Paisagens originais

O livro fala-nos de 5 escritores. Hemingway, Nabokov (autor de Lolita), Jorge Luís Borges (argentino), Henri Michaux (Belga) e Kawabata (prémio Nobel de 1968), ou melhor fala-nos dos sítios que definem as obras desses escritores, os sítios onde nasceram e cresceram e que os influenciou a ponto de serem várias vezes referidos nas suas obras. É um bocadinho do estilo, compreender a obra compreendendo as "paisagens", torna-se confuso quando não se conhece a obra do escritor em questão mas nada que impeça de ler. Apesar de tudo não gostei, falta paixão na escrita é como se fosse apenas uma sucessão de sítios e de situações - exceptuando os capítulos sobre Hemingway e Nabokov em que realmente nos sentimos parte dos sítios, de resto achei secante.

"O que querem que vos conte sobre mim?? [..] Não sei nada de mim! Desconheço, inclusive, o dia da minha morte!" - Borges

"Momentos em que a memória se encontra com o sonho"

"Palavras que parecem não dizer nada, de ar modesto e quase pacóvias que nos fulminam à queima roupa."

"Na intimidade da minha caminha, estou-me bem a cagar para o rei."

"A literatura é um pensamento, o mais vasto que existe, uma vez que chega mesmo ao ponto de pensar o que não pretende pensar."

"Desporto na cama" - Michaux

"A alma adora nadar" - Michaux

"Tu foste a surpresa da minha vida" - Kawabata

Sem comentários: