sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Lesley Pearse - Nunca me esqueças

Resumo:
Mary é condenada a forca por ter roubado um chapéu, no entanto pode escolher entre a sentença já decretada ou uma viagem de colonização à Austrália (o que naquele tempo era quase uma condenação à morte).
Apesar de todos os seus medos, Mary sobrevive, uma e outra vez, cai e levanta-se vezes sem conta, conhece o amor e o drama, o sucesso e a falta dele.
Como irá Mary ultrapassar tantos obstáculos?

A minha opinião:
O livro é inspirado numa história real e é daqueles livros que temos pena que acabe. Apetece-nos continuar a ler, saber o que vem a seguir.
É sem dúvida um bom livro, com uma história de coragem e sobrevivência, que mostra que por pior que estejam as coisas a força de vontade pode fazer toda a diferença.
Vale a pena ler.


"Enquanto respirar, não perco a esperança."

"Nenhum lugar era bonito aos olhos de um homem de estômago vazio."

"Todos os homens nasceram iguais. Se singram ou soçobram, é uma questão de escolha individual."

"O perdão conquista-se."

"O papel de uma mãe era educar e proteger, louvar e condenar eram simplesmente formas de orientar um filho com vista à sua segurança."

Sem comentários: