terça-feira, 22 de julho de 2014

Augusto Cury - O mestre da sensibilidade - Jesus, o maior especialista no território da emoção

Para mim está longe de ser um excelente livro, talvez porque não gosto de livros que se baseiam em biografias feitas por outros, ou seja, analisar uma pessoa tendo como base alguém que a conheceu é analisar essa pessoa pelos olhos da outra, ninguém é imparcial quando fala sobre alguém que conhece e analisar Jesus tendo como base a bíblia não me parece tão cientifico como o autor descreve.
De certo que a análise seria diferente se em vez da bíblia fosse usado algum livro escrito por quem conheceu e não gostou de Jesus - nem sei se existem livros desses. E além de não achar cientifico analisar uma personalidade tendo como base a opinião dos outros também acho que o autor se contradiz algumas vezes quando invoca a humanidade ou a divindade de Jesus (umas coisas faz porque é humano, outras faz porque é Deus e é diferente), é um bocadinho moldar Jesus para que este caiba nas suas teorias. Não acho o livro em si muito coerente e acho que o facto de o analisado ser Jesus pesou muito, se fosse outra pessoa provavelmente as conclusões seriam diferentes.
Um livro longe da qualidade de outros que já li dele...

Mas concordando ou não com os métodos, numa coisa concordo completamente, Jesus foi das pessoas mais extraordinárias que a Terra já conheceu.



"Que o «mestre dos mestres» lhe ensine que nas falhas e lágrimas se esculpe a sabedoria.
Que o «mestre da sensibilidade» lhe ensine a contemplar as coisas simples e a navegar nas águas da emoção.
Que o «mestre da vida» lhe ensine a não ter medo de viver e a superar os momentos mais difíceis da sua historia.
Que o «mestre do amor» lhe ensine que a vida e o maior espectáculo no teatro da existência.
Que o «mestre inesquecível» lhe ensine que os fracos julgam e desistem, enquanto os fortes compreendem e têm esperança.
Não somos perfeitos. Decepções, frustrações e perdas irão sempre acontecer.
Mas Deus é o artesão do espírito e da alma humana. Não tenhas medo.
Depois da mais longa noite surgirá o mais belo amanhecer. Espere-o."

"Não se pode amar alguém que não se conheça."

"Na escola da vida, o melhor aluno não é aquele que tem consciência de quanto sabe, mas de quanto não sabe. Não é aquele que proclama a sua perfeição, mas que reconhece as suas limitações. Não é aquele que proclama a sua força, mas o que educa a sua sensibilidade."

"Invertemos os valores: a embalagem vale mais que o conteúdo, a estética, mais que a realidade."

"Quem é incapaz de contemplar a vida também não consegue homenageá-la a cada manhã."

"A vida vale a pena ser vivida, mesmo com as suas turbulências."

"Não importa a dimensão do nosso problema, mas a maneira como o vemos e o enfrentamos."

"Quem gravita à volta dos problemas e não aprende a fazer uma paragem introspectiva para pensar antes de reagir faz das pequenas barreiras obstáculos intransponíveis, das pequenas dificuldades problemas insolúveis, das pequenas decepções um mar de sofrimento. Por não exercitarmos a arte de pensar, tendemos a transformar uma barata num dinossauro."

"O amor transforma miseráveis em homens felizes; a ausência do amor transforma ricos em miseráveis."



"O difícil é irar-se no momento certo, pelo motivo certo e na medida certa." - Aristóteles

"Quem não é capaz de causar uma revolução dentro de si mesmo nunca conseguirá mudar as rotas sinuosas da sua vida. A maior miséria não é aquela que habita os bolsos, mas a alma."

"Só os fortes conseguem admitir as suas fragilidades."

"A dor da traição é indescritível."

"É menos traumático viver com mil animais do que com um ser humano."

"Só compreende a dimensão da dor da depressão quem já passou por ela."

"Após os invernos mais rigorosos podem surgir as mais belas primaveras."

"No território da emoção há iletrados que são ricos e intelectuais miseráveis."

"Um sorriso é tão importante quanto uma brilhante ideia."

"É dentro de cada um de nós que deve estar a nossa própria felicidade, e não no que os outros pensam e falam a nossa respeito."

"Nada é tão fugaz e instável quanto a FAMA."

"Somente os fortes poupam o sangue e são capazes de usar os pequenos orvalhos do diálogo, da afectividade e da tolerância para arar e irrigar o solo árido dos obstáculos que estão à sua frente."

"O teor das perguntas determina a dimensão das respostas."

"A vida apesar de todas as suas intempéries, vale a pena ser vivida!"

Sem comentários: